Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Ora, esta língua é, claro, o mirandês.

 

 

Esta é a edição em mirandês da Mensagem de Fernando Pessoa.

 

Não comprei isto só para encher as estantes... Tinha um interesse científico na questão, se quiserem, pois na altura estava à procura de tema para uma tese na área da tradução. Acabei por ir para direcções mais distantes, digo-vos já.

 

Agora, perguntam algumas pessoas, por que raio alguém traduziu para mirandês um livro que todos os falantes de mirandês podem ler no original?

 

A questão é complexa...

 

Primeiro, presumo que tenha sido por prazer. O tradutor, Fracisco Niebro (também conhecido por Amadeu Ferreira) fala mirandês e é um dos seus grandes defensores. Traduzir é também um prazer, principalmente quando não temos prazos para cumprir, gostamos da obra que estamos a traduzir — e queremos defender a língua para a qual estamos a traduzir.

 

Segundo, é uma forma de tornar mais literária a língua em questão (o mirandês). A tradução sempre serviu para isso — e não imaginam os doutoramentos que já se fizeram com base neste facto.

 

Terceiro, a tradução de obras marcantes da literatura e cultura portuguesas marca uma característica específica da promoção do mirandês: é feita como forma de promoção da cultura portuguesa e não como qualquer tipo de nacionalismo, regionalismo, etc. Os defensores do mirandês dizem que é a segunda língua nacional. Não dizem que a língua duma região (embora também o seja, claro).

 

Há quem diga que este tipo de defesa duma língua mais do que minoritária é absurda. Compreendo o argumento, mas não concordo. Hei-de voltar ao assunto, mas não para já...

Autoria e outros dados (tags, etc)

(Mais logo falamos disto...)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:26

Há uns anos, a minha mulher ofereceu-me uma edição linda da Mensagem. É uma edição clonada do original dactilografado, que está na Bibliteca Nacional.

 

Deixo-vos dois poemas, com correcções à mão e ortografia pessoana e tudo:

 

 

 

 

Estes dois poemas lembram-me sempre a Gruta do Rei da Montanha de Grieg:

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:39


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Agosto 2017

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Pesquisar

  Pesquisar no Blog