Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O post anterior teve um imerecido destaque na secção de Lifestyle do Sapo (enfim, não é mau ver um blogue de livros na secção de lifestyle, certo?) e, como é óbvio, lá passaram por aqui um ou outro daqueles comentadores de dedo em riste.

 

Fiquei, assim, a saber que sou o exemplo da má educação dos pais deste país!

 

Fico contente, nunca ninguém me tinha tomado como exemplo de nada.

 

Diz-me ainda o hiperbólico de serviço que, daqui a uns anos, quando o meu filho tiver dores de costas e problemas de visão, devo então escrever um novo post a dizer que estava errado.

 

Enfim.

 

Tudo porque confessei isto: às vezes (às vezes!) deixo o meu filho pegar num tablet (entre muitas outras coisas, como correr e saltar e brincar).

 

Nada que não seja a total e completa proibição de mexerem em telemóveis e bichos desses satisfaz quem tem o pânico da tecnologia.

 

 

Agora, o mais giro disto tudo: eu tenho dores de costas de arrepiar e sou muito míope (afinal, tenho um blogue de livros, também tinha de ter óculos, certo?).

 

Pois, talvez deva culpar os meus pais, que não me proibiram as leituras quando era novo. Afinal, a posição que se tem com um livro nas mãos é mais ou menos a mesma que a posição de quem pega num iPad, certo?

 

Os meus pais eram um exemplo da má-educação da geração deles? Porque me deixavam – ah, malandros! – ler livros?

person-857021_1280.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:21


2 comentários

Imagem de perfil

De BeatrizCM a 17.08.2015 às 21:44

Também sempre disseram aos meus colegas da escola primária que se deviam sentar "como deve ser", para não ficarem com problemas nas costas quando fossem adultos. Já eu, sempre me sentei como deve ser.
Adivinhe-se quem tem escoliose, um lado das costas mais musculado do que outro e uma postura terrível? (eu)

AH! E, aos onze anos, quando comecei a ficar astigmática/estrábica, o meu pai tentou dissuadir-me a ficar sem ler durante uns tempos. É engraçado, porque ele é livreiro e a minha casa é mais lar de livros do que de pessoas. Afinal foi um mau diagnóstico, não era astigmática nem estrábica, mas aos 13 anos soube-se que tinha vista preguiçosa com problemas de focagem (tratamentos durante semanas num hospital!) e, aos 15, fui declarada míope até todo o sempre.
Mas as pessoas que pensam que os problemas de vista advêm do uso excessivo dos nossos lindos olhos em actividades em gadgets e livros... lamento informar, mas a coisa é mais genética que outra coisa qualquer.

Eduque o seu filho com diversidade de estímulos e tudo correrá bem! Caluda para os outros :)
Imagem de perfil

De Marco Neves a 17.08.2015 às 23:32

Muito, muito obrigado! É caso para dizer que temos aqui um comentário melhor do que o próprio post! ;)

Comentar post



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Agosto 2015

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Pesquisar

  Pesquisar no Blog