Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

Pronto, não é bem umas Levis dentro dum livro.

 

O que se passa é que ando, às vezes, a folhear os livros aqui de casa, à procura de tema para este blog, e no outro dia encontrei uma factura dumas Levis de há 11 anos. Dentro de Mrs. Dalloway, que andava a ler por esse Abril antigo. Foi mais ou menos pela altura que relatei neste outro post.

 

Ora, uma factura dumas Levis. Que interesse poderá ter isto? 

 

Para vocês, provavelmente, nenhum. Mas para mim, tem muito.

 

Foi a minha compra maluca dessa altura. Umas Levis por 18 contos! (A factura já vem em euros, mas na altura em não pensava em euros e registei o valor em contos; hoje já não sei bem quanto é 18 contos.)

 

Nunca mais fiz tal maluqueira com uma peça de roupa.

 

Ainda por cima, umas Levis meio rasgadas, e sujas de propósito (ai, maluco), que levaram a minha avó a declarar que me podia lavar as calças se eu precisasse (ai, rebelde). 

 

Fui comprá-las com amigas minhas, que queriam empinocar-me para ver se convenciam uma outra amiga que eu era um bom partido, apesar do ar de caladinho caixadóculos enfiado em livros — e convenceram-me que as calças eram um bom investimento, pois ficam-me especialmente bem. 

 

Ora, essa outra amiga, quando me viu armado com essas roupas novas, incluindo as tais Levis, fez a maior cara de WTF que já vi na vida. Não foi por aí. 

 

Mas não deitei as calças fora, claro. Foi o momento em que comecei a perceber que vestir-me sem ser apenas para tapar as partes pudendas poderia ter algum interesse. Foi um grande ano, esse, em que houve muito disparate e muita infantilidade, mas que ainda hoje me parecem dias tirados dum livro ou dum filme qualquer.

 

É muito estranho isto: quando queremos dizer que houve uma altura da vida em que nos sentimos especialmente vivos, dizemos "parece um livro" ou "parece um filme". O que será que isto diz dos livros e dos filmes?

 

Fico-me por aqui. As Levis aqui continuam, impecáveis, 11 anos depois. Sempre foi um bom investimento.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:10


4 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.02.2014 às 23:52

:)
Imagem de perfil

De BeatrizCM a 27.02.2014 às 23:33

Ahaha, ri-me muito com esta publicação! Também passei por uma fase rebelde semelhante, em que decidi comprar umas calças rasgadas e desbotadas da Bershka. Quando cheguei a casa, a minha avó propos-se logo a rasgar e a sujar todos os meus outros pares de calças e que para isso não era preciso eu gastar 20€. O que é certo é que a maluqueira passou e as calças, de muiiito má qualidade, foram transformadas nuns calções alternativos durante as aulas de Educação Tecnológica, em que aprendi a "reanimar" roupa.
Imagem de perfil

De Marco Neves a 01.03.2014 às 17:35

Nada se perde, tudo se transforma ;)

Comentar post



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor


Um livro deste blogue...

Doze Segredos da Língua Portuguesa
[Mais informações nesta página.] DOZE SEGREDOS DA LÍNGUA PORTUGUESA

Calendário

Fevereiro 2014

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
232425262728

Pesquisar

  Pesquisar no Blog