Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Ninguém consegue ler tudo o que gostaria. Pelo menos, ninguém que goste de ler muito.

 

Mas a verdade é que, perante a necessidade de escolher, há quem se imponha critérios que podem ser um limite demasiado apertado à sua curiosidade. 

 

O que quero dizer com isto?

 

Por exemplo, há pessoas de letras que dizem recusar liminarmente ler ciência. Ora, há tantos livros interessantes na ciência que é uma pena que essas pessoas nunca molhem os pés no mar imenso da literatura científica. Ficam com uma imagem parcial e provavelmente errada do que é a Ciência.

 

(Haverá também gente da Ciência que se recusa a ler literatura? Menos do que pensamos. Recusam, talvez, leituras académicas da área da literatura. Mas a literatura em si, ui, há muitos cientistas que lêem e lêem muito.)

 

Noutros campos, há quem se recuse a ler policiais. Não sabem o que perdem. Uma vez por outra, faz bem à cabeça, digo-vos eu.

 

Há ainda quem se recuse a ler autores mais recentes. Há quem se recuse a ler escritores brasileiros. Há quem se recuse a ler isto ou aquilo. Tudo limitações a mais. 

 

Sim, temos de escolher. Mas dizer «nunca» e matar partes imensas da nossa curiosidade só faz mal. Experimentemos sair das zonas de conforto, de vez em quando. Custa um pouco, mas é um risco que devemos correr para sermos surpreendidos e ter uma visão do mundo um pouco mais completa.

 

ADDY.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:52



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor


Um livro deste blogue...

Doze Segredos da Língua Portuguesa
[Mais informações nesta página.] DOZE SEGREDOS DA LÍNGUA PORTUGUESA

Calendário

Novembro 2015

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930

Pesquisar

  Pesquisar no Blog